02/08/2012
CONSELHO ESTADUAL LGBT PARAIBA.
05/03/2015

Bolsonaro é condenado a pagar R$ 150 mil por declarações homofóbicas

RIO— A Justiça do Rio condenou o deputado federal Jair Bolsonaro a indenizar, por danos morais, em R$150 mil o Fundo de Defesa dos Direitos Difusos (FDDD), do Ministério da Justiça. A ação contra o deputado foi motivada por declarações homofóbicas e racistas feitas por ele no programa “CQC”, da TV Bandeirantes, em março de 2011.
Na ocasião, questionado sobre o que faria se tivesse um filho gay, Bolsonaro afirmou que isso não aconteceria com ele porque seus filhos “tiveram boa educação”. Em outro momento, perguntado pela cantora Preta Gil sobre como reagiria se um de seus filhos se apaixonasse por uma mulher negra, respondeu: “Eu não vou discutir promiscuidade com quem quer que seja. Eu não corro esse risco. Meus filhos foram muito bem educados e não viveram em um ambiente como, lamentavelmente, é o seu”. O deputado ainda chegou a dizer que não viajaria em um avião pilotado por um cotista.
A ação foi movida pelo Grupo Diversidade Niterói, Grupo Cabo Free de Conscientização Homossexual e Combate à Homofobia e Grupo Arco-íris de Conscientização. Na sentença, a juíza responsável pelo caso, Luciana Santos Teixeira, destacou que “não se pode deliberadamente agredir e humilhar, ignorando-se os princípios da igualdade e isonomia, com base na invocação à liberdade de expressão”.
Jair Bolsonaro, deputado mais votado no Rio nas últimas eleições, na defesa da acusação alegou que tem imunidade parlamentar, o que foi contestado pela juíza que declarou que no caso em questão as afirmações do político “foram a respeito de seus sentimentos como cidadão, tiveram cunho pessoal – e não institucional”. O deputado ainda pode recorrer da sentença.



Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/sociedade/bolsonaro-condenado-por-declaracoes-homofobicas-racistas-15866495#ixzz3XO4pg6Lt 
© 1996 – 2015. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. 




Wanessa é uma das atrações da Parada LGBT em João Pessoa

Wanessa Camargo é uma das atrações do 11ª  Parada do Orgulho e da Cidadania LGBT em João Pessoa (Foto: Divulgação)

A cantora Wanessa Camargo é uma das atrações da 11ª Parada do Orgulho e
da Cidadania LGBT de João Pessoa. O show dela vai encerrar o evento,
que acontece a partir da 10h do domingo (26) na orla das praias Cabo
Branco e Tambaú.
Está sendo esperado um público formado  lésbicas, gays, bissexuais,
travestis, transexuais e demais cidadãos comprometidos com os direitos
humanos e o direito à afirmação da identidade de gênero e à livre
orientação afetivo-sexual.

A abertura será realizada com a execução do Hino Nacional pela cantora
Cida Lobo. Na concentração, se apresentam o Dj Dallez, Adeildo Vieira,
Cida Alves, Banda No Exit, Banda Donna’s, DJ Guiraiz, DJ Helan, DJ
Shioliver, DJ Kylt e banda Abrado’s Zóio. Haverá a participação da
OAB-PB, Cress, Fórum LGBT, Liga Brasileira de Lésbicas, Articulação
Nacional de Travestis e Transexuais, Homens Trans e Juventude LGBT.

No show de Natalie de Lima, estarão já no palco Yasmin Kaziragy,
Ashyley, Tifany e a Top Drag 2012 Perla Rachelly. Haverá ainda uma
intervenção do movimento LGBT, com falas de representantes da Câmara
Municipal, do Governo do Estado, da Assembleia Legislativa, da
Prefeitura de João Pessoa, do MEL e do GMMQ. Por fim, os shows de Mira
Maia e Wanessa.
O evento é realizado pelo Movimento do Espírito Lilás (MEL) e o Grupo
de Mulheres Maria Quitéria (GMMQ), com o apoio da Prefeitura Municipal
de João Pessoa (PMJP), por meio de sua Fundação Cultural (Funjope) e das
secretarias de Desenvolvimento Social (Sedes), de Desenvolvimento
Urbano (Sedurb), de Infraestrutura (Seinfra), de Mobilidade Urbana
(Semob) e de Saúde (SMS), além do Conselho Regional de Serviço Social
(Cress-PB) e da Casa Civil do Governo Estado, entre outros.
Homofobia
Com o tema “Afirmando Direitos e Cidadania”, o movimento LGBT pretende
despertar a sociedade e os poderes constituídos para uma reflexão sobre a
crescente onda de homofobia na Paraíba. De acordo a organização do
evento, o estado está em primeiro lugar como o mais violento do país,
com 20 assassinatos contra este segmento somente no primeiro semestre de
2012.

Por meio de um pensamento pacifista, o movimento luta contra as
desigualdades que existem hoje na sociedade e que levam à violência, à
pobreza e à exclusão. “Somos todos iguais perante a lei. Toda forma de
preconceito deve ser criminalizada”, disse o responsável pela Comissão
de Comunicação e Divulgação do evento, José Felipe dos Santos.

O evento contará, ainda, com a distribuição de preservativos e
informativos sobre cidadania, além de dicas sobre prevenção contra o
HIV/Aids, hepatites virais e demais doenças sexualmente transmissíveis.

 

 

Lanterna Verde gay vai namorar brasileiro

Roteirista Ivan Velez tomou a decisão após receber críticas homofóbicas de leitores do Brasil

Durante o painel “Reescrevendo as regras dos gays nos
quadrinhos”, que ocorreu na San Diego Comic-Con deste ano, o roteirista
Ivan Velez disse que saíram do Brasil as críticas mais agressivas que
recebeu por ter transformado o Larterna Verde original em homossexual.

–/3

Velez assina a história em que Alan Scott, o Lanterna Vede,
revela ser homossexual. “As críticas mais ferozes que recebi vieram de
tweets do Brasil. Eu havia comentado que estava me sentindo mal do
fígado quando alguém escreveu ‘seu fígado está te punindo pelo que você
fez com o Lanterna Verde'”.
Após arrancar risos dos presentes, o roteirista disse que, como
vingança, quando “Alan Scott estiver livre para amar, o homem da sua
vida será brasileiro”.
Leia também: Laerte em carne, osso e minissaia

Além de Velez, estavam no painel os roteiristas Gail Simone e
James Robinson, ambos da DC Comics, e os artistas Oliver Nome e Nicola
Scott. Entre os recentes eventos homossexuais nas HQs citados também
estava o casamento homossexual do personagem Estrela Polar, da Marvel
Comics.

Associe-se!
error: Content is protected !!